CONTAF

This blog is written by the Applied Arts/ Ceramics undergraduate course staff, at the Federal University of São João del-Rei, Brazil. We'd like to share our experience, our work and research results and, of course, present our place and introduce you our people.



No ano de 2010 o curso de Artes Aplicadas recebeu o CONTAF - Congresso Nacional de Técnicas para as Artes do Fogo, principal evento na área da cerâmica e que foi realizado nas dependências da UFSJ, dias 20, 21 e 22 de outubro.



segunda-feira, 25 de março de 2013

Curso de Artes Aplicadas: ênfase em Cerâmica da UFSJ é credenciado com nota máxima pelo MEC

Curso de Artes Aplicadas: ênfase em Cerâmica da UFSJ é credenciado com nota máxima pelo MEC 

 Entre os dias 25 e 27 de fevereiro a UFSJ e a coordenação do Bacharelado em Artes Aplicadas: Ênfase em Cerâmica composta pelo coordenador Kleber Silva e pela vice-coordenadora Zandra Miranda,receberam a comissão do MEC para a avaliação de credenciamento do curso. O resultado foi divulgado no dia 04 de março e a proposta inovadora no cenário nacional foi avaliada com nota 5, ou seja, conceito máximo na escala adotada pelo Ministério da Educação.


Segundo o professor Ricardo Coelho, responsável pela análise do Projeto Pedagógico Original, bem como pelo encaminhamento dos trabalhos de reestruturação do novo PPC, adotado a partir do 2º semestre de 2010, “o presente resultado deve ser creditado, em grande parte à postura crítica dos alunos do curso, em especial, da primeira turma que ingressou no ano de 2009. Ao final do primeiro ano letivo houve uma avaliação coletiva presencial motivada pelo prof. Kurt Streker do DEMEC, então coordenador pró-tempore do curso. Todos os alunos participaram ativamente, levantando uma série de problemas que foram anotados detalhadamente pela professora Zandra Miranda e por mim.”


“Após essa reunião ficou evidente que haviam ajustes a serem feitos na estrutura curso”, comenta o professor Ricardo Coelho. No início de 2010 a professora Zandra Miranda se tornaria coordenadora e o professor Ricardo Coelho vice coordenador, encaminhando oficialmente uma análise detalhada do PPC original a partir dos pontos levantados pelos alunos.


Segundo Ricardo Coelho “o PPC original possuía um conceito diferenciado que partia de Projetos de Pesquisa e de Extensão no campo da cerâmica já desenvolvidos com sucesso pela própria UFSJ em outras regiões do estado de Minas Gerais, bem como de uma sensível análise da região e de suas manifestações artísticas e artesanais. O problema era uma nítida discrepância entre os dois principais núcleos do curso, ou seja, entre o núcleo de Arte/Design e o Núcleo Profissional. Isso ficou evidenciado pela avaliação coletiva dos alunos.”


Para a atual coordenação “o grande diferencial do Bacharelado em Artes Aplicadas é reunir numa mesma grade curricular aspectos técnico-científicos e artístico-culturais, o que permite uma condição singular para que o futuro egresso possa construir sua autonomia profissional, gerindo seu próprio ateliê de cerâmica artístico-artesanal ou uma pequena cooperativa cerâmica, já que o curso oferece também um Núcleo de Gestão e Empreendedorismo.”


Para Ricardo Coelho, a revisão do PPC aprovada oficialmente no inicio de 2011 foi determinante para o credenciamento do Curso com a nota máxima. “Essa nota não deve nos deixar acomodados, sabemos que há problemas, temos consciência que nosso curso está distante do ideal e isso se evidencia, novamente, pelas avaliações semestrais dos nossos alunos. Por outro lado essa nota serve para indicar que estamos no caminho certo, além é claro de comprovar a relevância do projeto para a cidade de São João del-Rei e região”

Em outubro de 2012 o NDE do Curso de Artes Aplicadas apresentou duas novas propostas de Avaliação Continuada: a avaliação semestral, cuidadosamente elaborada pela professora Luciana Beatriz Chagas a partir de critérios adotados pelas comissões de avaliação do MEC e o Canal Aberto. Segundo a professora Luciana, “afinar os sistemas de análises, bem como tornar isso disponível em forma de documentos oficiais para qualquer interessado vai gerar subsídios para a própria coordenação e futuros alunos do Curso de Artes Aplicadas.


Em relação à avaliação do MEC em si, além de todo o suporte fornecido pela direção da UFSJ representada pela Reitora Valeria Kemp, bem como pelas equipes técnicas da UFSJ, em especial Márcio Eugênio, um momento foi destacado pela própria comissão segundo o coordenador Kleber Silva: “a reunião com o corpo discente deixou a comissão muito impressionada. Estava previsto uma conversa com duração de uma hora e a mesma se estendeu por duas horas seguidas. Os alunos de todas as turmas compareceram em peso e independentemente de críticas ou elogios feitos, mostraram maturidade e uma intensa sensação de pertencimento.”


A proposta do curso de Artes Aplicadas da UFSJ é inédita no Brasil, e apesar deste conceito existir em países da Europa e Estados Unidos há muitos anos, trata-se, sem dúvida, de um marco para a Instituição e para a Educação Superior no Brasil.


Mais informações sobre o curso no site www.ufsj.edu.br/artes


Lúcia Ficta de Veras – crítica de arte e jornalista